sexta-feira, 5 de julho de 2013

Roda rítmica inspirada no conto - A menina da Lanterna


A raposa entra na toca
O urso está a dormir
O dia a se esconder
A noite se aproxima
E da lanterna da menina
Não há luz para aquecer.

Andando eu vou, andando eu vou
Com a lanterna em minha mão eu vou
Encontrar a luz, encontrar a luz
Que na noite de São João reluz.

O homem conserta sapatos
A velha senhora está a fiar
O menino a brincar
As estrelas sussurram segredos
Sobre a morada da luz
E a menina? Adormece sem luz.

Menininha adormece
A mãe terra, lhe aquece

O sol vem lhe trazer
Um feixe de luz
Para a sua lanterna acender
Encontra a bola
Aquece as mãos
Traz luz para a escuridão.

Madeira sobre madeira
Faremos uma fogueira
No céu brilham estrelas
Na terra brilham fogueiras
São João, São João,
Acende a fogueira em meu coração.

Na terra acendem-se fogueiras
É noite de São João
Há luz no meu coração
O menino João está dormindo
Não vê a animação
Da menina que carrega a lanterna em sua mão.

Andando eu vou, andando eu vou
Com a lanterna em minha mão eu vou
Encontrar a luz, encontrar a luz
Que na noite de São João reluz.

Gisele Becker
Pedagoga Waldorf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário e enriquecer ainda mais o nosso trabalho.