terça-feira, 16 de julho de 2013

Ritmo - da música à educação



Os ritmos de um jardim Waldorf são como a respiração; ora inspirando com atividades dirigidas representando o movimento da contração; ora expirando com atividades livres de expansão. O ritmo proporciona segurança para as crianças, hábitos saudáveis e como numa composição musical cada parte se relaciona com o todo, de forma pulsante. 


Temos o ritmo diário que contempla: o brincar dentro e fora, desenhos com giz de cera de abelha, caminhadas, roda rítmica, refeições, descanso, higiene e pequenas cerimônias – agradecimento pelas refeições, contos de fada e canções de ninar. Há também o ritmo semanal onde cada dia tem seu colorido especial com uma atividade ou alimentação única como aquarela, fazer pão, aula de kântele ou teatro de mesa. 

No ritmo mensal podemos citar os aniversários que são feitos no dia que cada criança nasceu com uma cerimônia que contém música, história, alimentação especial e um presente feito pela professora. E ainda o ritmo anual onde são comemoradas quatro festas para vivenciar os movimentos de inspiração e expiração de cada estação do ano: Páscoa, São João, São Micael e Natal. O ritmo transcorre sem pressa onde cada criança, em seu próprio tempo, transita pelo espaço sendo conduzido pela voz da jardineira, do sino, ou dos acordes do kantelê que anunciam o que será feito a seguir.  



Gisele Becker
Pedagoga Waldorf

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por deixar o seu comentário e enriquecer ainda mais o nosso trabalho.